0

Uma breve história sobre o estilo Street Fighter

corridas clandestinas, apostas e ousadia

As Street Fighters surgiram na Europa nos rachas clandestinos da década de 90. Conforme as montadoras lançavam modelos novos de motos esportivas, alguns participantes de rachas optavam por modificar motos japonesas esportivas mais antigas a fim de torna-las mais competitivas nas ruas a um menor preço. Desta forma estas motos eram totalmente mexidas e muitas vezes eram instaladas peças modernas, como rodas de liga leve, sistema de alimentação, suspensões e de freios. Além disso, muitas vezes eram feito up grades nos motores.

As Street Fighters surgiram na Europa nos rachas clandestinos da década de 90. Conforme as montadoras lançavam modelos novos de motos esportivas, alguns participantes de rachas optavam por modificar motos japonesas esportivas mais antigas a fim de torna-las mais competitivas nas ruas a um menor preço. Desta forma estas motos eram totalmente mexidas e muitas vezes eram instaladas peças modernas, como rodas de liga leve, sistema de alimentação, suspensões e de freios. Além disso, muitas vezes eram feito up grades nos motores.
O Nome Street Fighter surgiu em decorrência da preparação das motos superesportivas para estas corridas clandestinas, que removiam toda a carenagem para diminuir o prejuízo em um eventual acidente como se estivessem se preparando para uma briga de rua. Além disto, o visual das motos ficavam com um visual muito mais agressivo do que as originais de fábrica. Nestas corridas eram feitas apostas sobre os corredores para chegarem primeiro em um determinado ponto da cidade.
Ducati Monster 1993
Em 1993 a Ducati lançou a primeira Naked esportiva de olho neste mercado, a Ducati Monster. Moto que tornou-se muito desejada pelos corredores. E em 1994 a Triumph não quis ficar pra trás, lançou a versão Streetfighter da sua moto mais memorável em terras americanas até então, a Daytona. Ambas as motos fizeram muito sucesso no meio.
Triumph Daytona 1994
Após a consagração do estilo nos anos 2000, muitas motos de série passaram a sair sem carenagem de fábrica para abocanhar um pedaço deste novo mercado. Apesar de não virem com a carenagem, outras peças oferecidas já pelas próprias montadoras, como protetor de carter, protetores lateral e sliders.

Algumas das principais características da customização

  • Pedaleiras ajustáveis de competição;
  • Guidão Clip On;
  • Banco monoposto;
  • Pintura Exclusiva;
  • Remoção de toda carenagem da moto;
  • Remapeamento do motor;
  • rodas de liga leve;
  • Escapamento Esportivo;
  • Sliders laterias;
  • Suspensões esportivas;
  • Sistema de alimentação.

 Atualidade

Hoje, muitas pessoas buscam customizar suas esportivas no estilo Street Fighter a fim de ter uma moto exclusiva, com características únicas que refletem sua personalidade, porém não participam de corridas clandestinas e muitas vezes só são realizados ajustes estéticos, não alterando a performance ou ciclística da moto. Alguns customizador se destacam, como é o caso do Gustavo Penna e o designer Wenley Andrews, realizando customizações que se aproximam de artes sobre rodas.
Gustavo Penna
Wenley Andrews

Estas motos são verdadeiras obras de arte. Gostaria de saber a sua opinião? Curte este estilo ou você tem uma pegada mais classica? Deixe o seu comentário abaixo! 🙂

Leave a Reply

Free shipping + free exchanges on all items!